Tempo
|
A+ / A-

Governo anuncia esta noite medidas anti-coronavírus. Costa faz apelo aos jovens sem aulas

12 mar, 2020 - 13:16 • Redação

"Ninguém pense que não é pelo facto de não estar na sala de aula, mas noutro espaço de convívio, que o risco de contaminação é menor", apela o primeiro-ministro.

A+ / A-

Veja também


A reunião do Conselho de Ministros foi interrompida e irá ser retomada às 20h00. Altura em que o primeiro-ministro deve anunciar novas medidas para conter o surto do novo coronavírus, como um eventual encerramento dos estabelecimentos de ensino.

António Costa reúne-se esta quinta-feira à tarde com todos os partidos com assento parlamentar, para os ouvir e lhes comunicar quais as orientações do Governo.

“Entendi que era o momento de ouvir todas as lideranças partidárias. O Conselho de Ministros está suspenso, vou informar os líderes partidários do conjunto de medidas que estão preparadas, quero ouvir a sua opinião e o Conselho voltará a reunir às 20h00 para podermos tomar as decisões finais”, disse o primeiro-ministro.

"Este é um daqueles momentos em que é essencial que o país sinta que os agentes políticos estão todos convergentes naquilo que é o objetivo comum, que é conter o mais possível a expansão desta pandemia e estarmos nas melhores condições possíveis para responder às necessidades de tratamento de todos aqueles que estão e venham a estar infetados, procurando minorar, o mais possível, o impacto desta pandemia, desde logo relativamente à vida das pessoas e procurar, o mais possível, que haja qualquer morte", sublinhou.

António Costa aproveitou para deixar um apelo aos estudantes que estão sem aulas. “Que compreendam que devem ter um esforço acrescido na sua circulação, evitando situações de convívio.”

"A deslocalização do contacto do espaço educativo para outros espaços de convívio não resolve o fundo do problema, só deslocaliza os riscos. O apelo que eu faria é que todas as pessoas que estudam ou trabalham em entidades que têm sido encerradas compreendam que devem ter um esforço acrescido de contenção na sua circulação social. Todos devemos procurar evitar essas situações de convívio. Ninguém pense que não é pelo facto de não estar na sala de aula, mas noutro espaço de convívio, que o risco de contaminação é menor", apela o chefe do Governo.

Na quarta-feira, centenas de pessoas, na sua maioria jovens sem aulas, encheram algumas praias do país em pleno surto de coronavírus. A Autoridade Marítima chegou mesmo a fazer um alerta.

O número de casos confirmados de coronavírus em Portugal aumentou esta quinta-feira para 78.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou que o Covid-19 entrou em fase de pandemia, devido à sua propagação generalizada pelos vários continentes.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+