Tempo
|
A+ / A-

Quase três toneladas de amêijoa do Tejo apreendidas em Viana do Castelo

27 ago, 2018 - 13:03

A amêijoa-japonesa apreendida tinha Espanha por destino. “Era proveniente do rio Tejo, na zona de Lisboa" e a maioria dos bivalves "eram imaturos, com 2,5 centímetros", quando "o tamanho mínimo exigido por lei, para ser capturado, transportado e comercializado é de quatro centímetros".

A+ / A-

A Unidade de Controlo Costeiro da GNR aprendeu, esta segunda-feira, em Viana do Castelo, 2.800 quilogramas de amêijoa-japonesa, no "valor aproximado de 25 mil euros", que teria como destino o mercado espanhol, adiantou à Lusa fonte policial.

Segundo explicou fonte do Destacamento de Controlo Costeiro de Matosinhos daquela força policial, que realizou a apreensão, a amêijoa-japanosa apreendida “"não tinha o tamanho mínimo exigido legalmente" e “teria como destino o mercado espanhol".

Os bivalves, acrescentou, “eram provenientes do rio Tejo, na zona de Lisboa, e eram na sua maioria imaturos, com 2,5 centímetros", sendo que "o tamanho mínimo exigido por lei, para ser capturado, transportado e comercializado é de quatro centímetros".

A ação de hoje "foi uma das muitas que as autoridades fazem [na costa portuguesa] e das quais já resultaram em muitas apreensões, algumas de quantidades maiores", referiu.

Da operação resultou ainda a identificação de um homem de 56 anos e elaborado o respetivo auto de contraordenação.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+