Tempo
|
A+ / A-

​Angola informa Portugal sobre posição no processo que envolve Manuel Vicente

07 fev, 2018 - 17:31

Carta foi entregue ao embaixador de Portugal em Luanda. Manuel Vicente é arguido na operação Fizz.

A+ / A-

O ministro das Relações Exteriores angolano entregou esta quarta-feira uma carta ao embaixador de Portugal em Luanda, para o seu homólogo português, Augusto Santos Silva, sobre o processo que envolve o ex-vice-Presidente de Angola Manuel Vicente.

Fonte ligada ao processo avançou à agência Lusa que a carta tem a ver com a posição de Angola sobre o caso judicial ligado ao ex-vice-Presidente angolano, Manuel Vicente, que decorre em Portugal, e foi igualmente entregue aos embaixadores dos Estados-membros da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Questionado por jornalistas à saída de uma audiência no Ministério das Relações Exteriores de Angola, o embaixador de Portugal em Luanda, João Caetano da Silva, não quis prestar declarações.

O ex-vice-Presidente de Angola é acusado de ter corrompido o ex-procurador português Orlando Figueira, no processo Operação Fizz, com o pagamento de 760 mil euros, para o arquivamento de dois inquéritos, um deles o caso Portmill.

O julgamento do caso começou em Lisboa, mas a Justiça portuguesa não conseguiu notificar Manuel Vicente e separou o seu processo.

Marcelo diz que Portugal e Angola estão "condenados a estar juntos"

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, já tem conhecimento da carta e reafirmou o bom relacionamento entre os dois países.

Portugal e Angola estão “condenados a estar juntos para sempre, no bom sentido”, disse o chefe de Estado em declarações aos jornalistas após a visita a uma exposição de artistas angolanos, em Lisboa.

“Não é apenas um conjunto de laços do passado, é um conjunto de laços do presente virado para o futuro. Isso é muito importante. Sento-me bem por ter aqui a senhora ministra da Cultura a enriquecer esta mostra cultural e a presença do Presidente de Portugal quer dizer, por seu turno, que Portugal está sempre junto de Angola”, declarou Marcelo Rebelo de Sousa.

“As relações estão fortalecidas depois de uma exposição desta. Querem algo de mais forte do que a cultura e dos laços culturais aqui traduzidos nesta exposição?”, sublinhou o Presidente da República.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Filipe
    07 fev, 2018 évora 19:44
    Metam os Portugueses numa semana na rua de Angola ! A ver se acaba o império NAZI em Portugal !

Destaques V+