Tempo
|
A+ / A-

Eutanásia. Ministro da Saúde não acredita que profissionais não cumpram a lei

29 fev, 2016 - 13:58

Adalberto Campos Fernandes diz que a bastonária da Ordem dos Enfermeiros terá oportunidade de explicar melhor as suas palavras à Renascença.

A+ / A-

O ministro da Saúde disse esta segunda-feira não acreditar que os profissionais de saúde não cumpram a lei no caso da eutanásia e sublinhou que a bastonária da Ordem dos Enfermeiros terá oportunidade de explicar melhor as suas palavras.

"Solicitei à inspectora-geral das Actividades em Saúde que tomasse uma primeira iniciativa para esclarecer eventuais dúvidas que possam existir. Não acreditamos que os profissionais do Serviço Nacional de Saúde (SNS) não façam aquilo que a lei determina, que a sua consciência exige e que os princípios da ética e rigor profissional exigem, por isso vamos ter serenidade", disse.

Adalberto Campos Fernandes falava depois de questionado sobre as declarações da bastonária da Ordem dos Enfermeiros, Ana Rita Cavaco, que num programa da Renascença afirmou no sábado que a eutanásia já é sugerida por médicos do SNS.

O ministro, que falou à margem de uma visita à Associação Raríssimas, na Moita, referiu ainda que a bastonária dos Enfermeiros é uma pessoa "muito inteligente" e que acredita que em breve "terá ocasião de explicar melhor as suas palavras". "Não tenho a certeza que as palavras da senhora bastonária não tenham sido mal interpretadas e creio que ela terá oportunidade de explicitar o que queria dizer e eu não me quero antecipar a um juízo de intenção ou de valor sobre as declarações", afirmou.

À Renascença, esta segunda-feira, a bastonária da Ordem dos Enfermeiros rejeitou ter declarado que a eutanásia já é praticada no SNS.

Adalberto Campos Fernandes referiu que a inspecção deverá agora chamar Ana Rita Cavaco. "A inspecção poderá conversar com a bastonária e procurar saber o que ela viu, conhece ou tem conhecimento, é só isso. A única preocupação que tenho é garantir que os portugueses têm confiança no SNS, nos médicos e enfermeiros", concluiu.

"Vivi situações pessoalmente, não preciso de ir buscar outros exemplos", disse, na Renascença, a bastonária da Ordem dos Enfermeiros. "Vi casos em que médicos sugeriram administrar insulina àqueles doentes para lhes provocar um coma insulínico. Não estou a chocar ninguém, porque quem trabalha no SNS sabe que estas coisas acontecem por debaixo do pano, por isso, vamos falar abertamente."

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • O assertivo
    29 fev, 2016 Lisboa 19:31
    Sou totalmente a favor da Eutanásia e assinei, obviamente, a petição. Estranho ficarem tão chocados com a afirmação da Bastonária dos Enfermeiros. Eu fico mais chocado com os casos de negligência médica que acontecem e que levam a mortes evitáveis de quem possivelmente não queria morrer devido a descuidos e más práticas.
  • Fernando Antunes
    29 fev, 2016 Lisboa 15:19
    Sra Bastonária o que disse na Radio e depois transmitido na TV foi no meu entendimento é que foi praticada Eutanásia segundo suas palavras.. SERÁ VERDADE' ? Ocultar também é crime,,
  • joao
    29 fev, 2016 portugal 14:46
    Estes senhores (as) das ordens querem ser muito espertos e dizem coisas "chocantes" para parecerem democratas e agora andam às voltas para tentarem convencer quem ouviu o que disseram que afinal não disseram os ouvintes é que não perceberam o português destes iluminados.....e vem o ministro agora tentar desculpar uma coisa que ainda não mandou investigar......ESTRANHO OS PARTIDOS DE ESQUERDA ESTÃO CALADOS ....se isto se passasse há 4-5 meses estavam a pedir a presença do ministro da saúde na AR.....democracia à moda dos canhotos

Destaques V+