Tempo
|
A+ / A-

Marido da ministra das Finanças acusado de injúria, difamação e coacção

16 jul, 2015 - 16:59

António José Albuquerque fez várias ameaças a um jornalista do “Diário Económico”, a propósito de artigos escritos sobre o desmembramento banco BES.

A+ / A-

O Ministério Publico acusa o marido da ministra das Finanças, Maria Luis Albuquerque de cinco crimes: dois de difamação, dois de injúria e um de coacção na forma tentada.

Em causa está a troca de mensagens escritas com um jornalista do "Diário Económico" que o Departamento de Investigação e Acção Penal de Lisboa concluiu terem sido tentativas de coacção. Já os crimes de injúria e difamação terão sido praticados quando António José Albuquerque fez declarações sobre esse episódio a alguns jornais. 

A notícia está a ser avançada por várias publicações, como o jornal "i" e a revista "Sábado".

De acordo com essas notícias, Antonio José Albuquerque foi constituído arguido e foi-lhe aplicado o termo de identidade e residência como medida de coacção.

O caso foi notícia no ano passado, quando se soube que o marido da ministra das Finanças tinha saído em sua defesa, fazendo várias ameaças por SMS ao jornalista do "Diário Económico" que tinha escrito artigos sobre a solução encontrada para o BES.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+