A+ / A-

Internacional

Cidadã russa residente na Dinamarca é detida por suspeita de espionagem

11 jun, 2024 - 19:11 • Redação

Cidadã russa detida esta terça-feira por suspeita de espionagem é apontada como "pilar da comunidade russa na Dinamarca" pelos meios de comunicação do país.

A+ / A-

Esta terça-feira uma cidadã russa foi detida por suspeita de espionagem, anunciam os serviços de informação dinamarqueses. A cidadã é também apontada como "pilar da comunidade russa na Dinamarca" pelos meios de comunicação do país.

A detida é suspeita de ter permitido "que um serviço de informações estrangeiro operasse no país, nomeadamente através de atividades de influência", declaram os serviços de informações (PET) em comunicado.

Esclarecem ainda que a detenção não está relacionada com as últimas eleições europeias, mas sim com as recentes revelações da rádio pública dinamarquesa e de outros meios de comunicação social sobre a Fundação Pravfond, uma instituição russa que é utilizada para "financiar operações em benefício da Rússia" como projetos de desinformação e a defesa de suspeitos de espionagem. Segundo documentos recolhidos pela rádio pública da Dinamarca.

A cidadã foi detida no sul da capital, Copenhaga, e deverá ser libertada depois do interrogatório, como afirmam os serviços de informações. A sua identidade ainda não foi revelada.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+