A+ / A-

Guerra Israel-Hamas

Hamas propõe cessar-fogo de três fases com objetivo final de acabar com a guerra

07 fev, 2024 - 09:40 • João Malheiro

Ao todo, o Hamas quer a libertação de 1.500 prisioneiros por parte de Israel, um terço dos quais selecionados a partir de uma lista de sentenciados a penas perpétuas.

A+ / A-

A contraproposta do Hamas para um cessar-fogo no conflito na Faixa de Gaza propõe um plano de tréguas em três fases, que termine com o fim da guerra com Israel.

Segundo a "Reuters", o plano prevê um cessar-fogo de 135 dias, em que nos primeiros 45 todas as mulheres, jovens abaixo dos 19 anos, idosos e doentes sejam libertados pelo Hamas, em troca de mulheres e crianças palestinianas capturadas por Israel.

Os restantes reféns israelitas seriam libertados durante a segunda fase do plano. Está ainda previsto a entrega dos corpos de soldados mortos em combate, na terceira fase.

A proposta do Hamas prevê, ainda, que no final dos 135 dias haja um acordo de paz com Israel.

Ao todo, o Hamas quer a libertação de 1.500 prisioneiros por parte de Israel, um terço dos quais selecionados a partir de uma lista de sentenciados a penas perpétuas.

Segundo a "Al Jazeera", o Hamas não admite um acordo que não preveja um cessar-fogo prolongado. Muhhamed Nazzal, um oficial do Hamas, quer que o Qatar, Egito, Turquia, Rússia e as Nações Unidas garantam que o acordo seja cumprido por Israel.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+