A+ / A-

Guerra na Ucrânia

Kiev reclama destruição de 44 carros de combate russos em Avdivka

18 dez, 2023 - 11:32 • Lusa

O eixo de Avdivka, na região oriental de Donetsk, continua a ser a zona mais violenta da frente de guerra.

A+ / A-

O Estado-Maior das Forças Armadas ucranianas declarou nesta segunda-feira que o Exército russo perdeu 44 carros de combate, 38 sistemas de artilharia e 60 veículos blindados no campo de batalha de Avdivka, no domingo.

A Rússia também sofreu 1.090 baixas neste novo dia de hostilidades e, de acordo com as estimativas do Exército ucraniano, sofreu mais de 347.000 baixas desde o início da guerra.

O eixo de Avdivka, na região oriental de Donetsk, continua a ser a zona mais violenta da frente de guerra.

As tropas ucranianas reclamam ter afastado 16 ataques do Exército russo na área durante as últimas 24 horas.

As últimas informações do Estado-Maior de Kiev ainda não foram confirmadas por jornalistas ou entidades independentes.

O Exército russo está a tentar cercar Avdivka, controlada por Kiev, e destacou um grande número de soldados para atingir o objetivo.

De acordo com o Centro de Estratégias de Defesa, um grupo de estudos ucraniano que acompanha o desenrolar da guerra, a Rússia continua a introduzir "forças adicionais" neste teatro de operações e continua a obter ganhos que considerou modestos.

Por outro lado, as tropas russas também conseguiram ganhar terreno perto de Bakhmut e em torno de Marinka, segundo o mesmo organismo.

Relatórios desclassificados dos serviços secretos norte-americanos estimam em cerca de 13.000 o número de mortos e feridos desde 10 de outubro nas investidas russas para tomar Avdivka.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+