Emissão Renascença | Ouvir Online
A+ / A-

​Meta anuncia mensalidade para Facebook e Instagram sem anúncios

30 out, 2023 - 13:55 • Cristina Nascimento

Opção entra em vigor a partir de novembro. Empresa assegura que os utilizadores que continuem sujeitos à publicidade não vão sofrer quaisquer alterações.

A+ / A-

A Meta, empresa detentora das redes sociais Facebook, Instagram e WhatsApp, anunciou que vai passar a cobrar uma mensalidade para os utilizadores que não quiserem visualizar publicidade.

A modalidade entra em vigor em novembro, na União Europeia, Islândia, Liechtenstein, Noruega e Suíça.

Num comunicado, a Meta explica que será cobrada uma mensalidade de 9,99€ para quem quiser utilizar as redes sociais num computador e 12,99€ através das aplicações para IOS e Android. Quem optar por pagar 12,99€, terá incluida a possibilidade de utilização através da web.

Para os que quiserem continuar a visualizar publicidade, “a sua experiência continuará a ser a mesma”, lê-se na nota.

A Meta explica que esta mudança pretende responder às exigências europeias no que toca à proteção de dados e assegura que, quem optar pela subscrição paga, os seus “dados não serão utilizados para fins publicitários”.

Inicialmente, o valor pago vai abranger todas as contas que um utilizador possa ter associado ao mesmo email. No entanto, a empresa informa que partir de março de 2024 terá de ser pago um valor extra por cada conta (seis euros na versão web, oito euros na versão app).

Ao que a Renascença apurou junto de fonte ligada à Meta, a rede social WhatsApp não vai ser sujeita a nenhuma alteração semelhante.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+