Tempo
|
A+ / A-

​Mais de 100 mil pessoas deixaram Nagorno-Karabakh

30 set, 2023 - 17:46 • Ricardo Vieira. com agências

O Azerbaijão garante que vai tratar todos os habitantes do enclave no sul do Cáucaso por igual, mas as autoridades arménia, em Erevan, não acreditam e falam em "mentiras".

A+ / A-

Cerca de 100 mil dos 120 mil arménios de Nagorno-Karabakh deixaram na última o enclave agora controlado pelas forças do Azerbaijão.

Os números do grande êxodo de Nagorno-Karabakh foram atualizados este sábado pela Arménia.

O Azerbaijão garante que vai tratar todos os habitantes do enclave no sul do Cáucaso por igual, mas as autoridades arménia, em Erevan, não acreditam e falam em "mentiras".

O governo separatista do Nagorno-Karabakh anunciou na quinta-feira que se vai dissolver e que a república não reconhecida vai deixar de existir até ao dia 1 de janeiro de 2024.

O anúncio aconteceu depois de o Azerbaijão ter levado a cabo uma ofensiva militar para recuperar o controlo total da região separatista e ter exigido que as tropas arménias no Nagorno-Karabakh depusessem as armas e que o governo separatista se desmantelasse.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+