Tempo
|
A+ / A-

Peixes mais pequenos devido ao aquecimento global, alertam especialistas

08 set, 2023 - 17:48 • Redação

Um grupo de investigadores concluiu que algumas espécies de grandes peixes estão a diminuir em número e a ser substituídas por peixes de pequena dimensão que se propagam em maior quantidade.

A+ / A-

Algumas espécies de peixes estão a diminuir de tamanho, provavelmente, devido ao aquecimento global, alertam os especialistas num estudo publicado na revista Science e noticiado pelo jornal "The Guardian".

Os investigadores analisaram milhares de espécies e concluíram que alguns invertebrados e também plantas estão a ficar mais pequenos, enquanto outros estão a aumentar de tamanho.

Espécies como a raia-espinhosa, um peixe do Atlântico Norte que pode atingir um metro de comprimento, tornaram-se mais pequenas.

Em simultâneo, espécies de corpo mais pequeno, como a cavala, estão a aumentar em quantidade, alterando a composição e o funcionamento dos ecossistemas, alertam os investigadores.

Outras espécies registaram um aumento do tamanho do corpo, como as plantas do Ártico.

Os cientistas ainda estão a investigar as causas destas alterações no tamanho dos corpos, algumas das quais excedem os 10%, mas sugerem que podem ser consequência do aquecimento global e do consumo excessivo - características que definem o Antropoceno, o termo proposto para a nossa época geológica que descreve o impacto da humanidade na Terra.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+