Siga-nos no Whatsapp
A+ / A-

Guerra na Ucrânia

Há progressos no acesso da agência de energia atómica à central de Zaporíjia

07 jul, 2023 - 16:01 • Lusa

Inspetores da agência da ONU já visitaram vários locais, incluindo as piscinas de arrefecimento.

A+ / A-

A Agência Internacional da Energia Atómica (AIEA) está a "fazer progressos" para garantir acesso à central nuclear de Zaporizhia, no sul da Ucrânia, afirmou hoje o diretor da organização.

"Penso que estamos a fazer progressos", afirmou Rafael Grossi durante uma visita a Tóquio.

O chefe da AIEA disse que os inspetores visitaram vários locais, incluindo as piscinas de arrefecimento.

Ainda assim, Grossi admitiu que não tiveram acesso ao telhado onde a Ucrânia suspeita que as forças russas, que ocupam a central, tenham colocado minas ou explosivos.

"Tenho quase a certeza de que vamos obter a autorização", afirmou. "É uma zona de combate, uma zona de guerra ativa, por isso, por vezes, pode demorar um ou dois dias a obter as autorizações", explicou.

A Ucrânia, cuja central de Chernobyl, no norte do país, foi palco em 1986 da pior catástrofe nuclear da história soviética, acusou Moscovo, na terça-feira, de preparar "uma provocação" no local.

O exército ucraniano garantiu que "foram colocados objetos semelhantes a engenhos explosivos" nos telhados dos reatores 3 e 4 da central.

A Rússia, por seu lado, acusou Kiev de planear um "ato subversivo" na central.

Depois de ter caído nas mãos do exército russo, a 04 de março de 2022, a maior central elétrica da Europa foi alvo de ataques e cortada da rede elétrica em várias ocasiões, temendo-se um acidente nuclear de grandes proporções.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+