Tempo
|
A+ / A-

Ucrânia é nossa convidada enquanto quiser, garante presidente da APAVT

01 mar, 2023 - 23:37 • Ana Carrilho

Pedro Costa Ferreira lembrou que a solidariedade começou na edição da BTL do ano passado, havia poucos dias que a Rússia tinha invadido a Ucrânia e quando todos pensavam que o conflito se resolveria rapidamente. Não é o caso, um ano depois subsiste sem fim à vista e por isso, o líder associativo fez questão de reafirmar o apoio.

A+ / A-

A APAVT - Associação Portuguesa de Agências de Viagens e Turismo faz questão de frisar que nesta guerra está e estará sempre ao lado da Ucrânia.

Para manifestar a solidariedade com o povo e país invadido há um ano pela Rússia, a organização inaugurou no seu stand da BTL ( Bolsa de Turismo de Lisboa) um painel gigante onde todos os que quiserem podem deixar a sua mensagem de apoio. A recolha vai ser feita até dia 5 e depois, será entregue à Embaixada da Ucrânia em Lisboa.

À Renascença, o Encarregado de Negócios mostrou-se confiante que depois da vitória, o turismo voltará a ser um setor importante para a economia ucraniana, como era antes da guerra.

“Quem é do turismo vive da diferença, do respeito pelos outros e, por isso, tem um lado nesta guerra. Obrigada, Ucrânia, por estar a lutar por todos nós.” Foi a primeira mensagem inscrita no painel, assinada pelo presidente da APAVT – Associação Portuguesa das Agências de Viagens Turismo.

Pedro Costa Ferreira lembrou que a solidariedade começou na edição da BTL do ano passado, havia poucos dias que a Rússia tinha invadido a Ucrânia e quando todos pensavam que o conflito se resolveria rapidamente. Não é o caso, um ano depois subsiste sem fim à vista e por isso, o líder associativo fez questão de reafirmar o apoio. “A Ucrânia será o destino convidado da APAVT enquanto quiser. Naturalmente, não podemos falar de recuperação enquanto a guerra se mantiver”.

Volodymyr Kozlov, Encarregado de Negócios da Embaixada da Ucrânia em Lisboa, agradeceu o apoio da APAVT, do Estado e do povo português, sublinhando que a vitória da Ucrânia será a vitória da Europa e do mundo.

“As fronteiras do nosso país já foram atravessadas por mais de 2 milhões de pessoas no último ano, mas infelizmente não são turistas. “

Convicto que os ucranianos vão ultrapassar esta “guerra bárbara” com a ajuda da União Europeia e de outros países amigos, Volodymyr Kozlov frisou que em 2021, depois da pandemia de Covid-19, o turismo estava a recuperar.

À Renascença o representante diplomático reafirmou a importância do setor turístico para a economia do país antes da guerra. “Recuperámos depois da pandemia e agora temos esperança na nossa vitória, com o apoio dos países democráticos europeus, como Portugal.”

“A nossa participação na BTL a convite da APAVT é muito importante, temos muitos monumentos classificados pela UNESCO e o turismo vai melhorar.” Referiu ainda que já estão a ser recuperados alguns edifícios danificados pelos ataques russos. Entretanto, em breve vai abrir uma delegação do Turismo da Ucrânia em Portugal.

Quem quiser deixar uma mensagem de apoio à Ucrânia, pode passar pelo stand da APAVT e escrever no painel, que tem um contador de assinaturas. Depois pode ir buscar a foto ao site respetivo e partilhar nas redes sociais. No fim da BTL o painel será entregue à Embaixada da Ucrânia.
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+