Siga-nos no Whatsapp
A+ / A-

Comissários europeus iniciam os trabalhos da cimeira Ucrânia/UE

02 fev, 2023 - 06:21 • Lusa

A adesão da Ucrânia à União Europeia e o apoio às forças ucranianas contra a ofensiva russa vão ser temas em destaque.

A+ / A-

A capital da Ucrânia, Kiev, recebe esta quinta-feira, véspera da 24.º cimeira União Europeia/Ucrânia, vários comissários europeus que irão manter reuniões de trabalho com representantes do Governo ucraniano.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, já se encontra no local e afirmou, via Twitter, que esta visita também serve para "mostrar que a União Europeia está ao lado da Ucrânia, mais firme do que nunca".

Esta é a quarta visita de von der Leyen à capital ucraniana desde o início da invasão, o ano passado. Encontro tem por objetivo "aprofundar o apoio e cooperação" entre UE e Ucrânia, diz a presidente.

De resto, a adesão da Ucrânia à União Europeia (UE) e o apoio a Kiev contra a invasão russa (em curso quase há um ano) deverão ser as temáticas centrais do encontro entre o colégio de comissários e o Governo ucraniano, dossiês que também irão dominar a agenda da cimeira de sexta-feira.

Por razões de segurança, o secretismo marcou esta reunião, com Bruxelas a não divulgar um programa detalhado, nem o número exato de comissários que irão participar nestas consultas com o executivo de Kiev. A imprensa internacional tem referido que cerca de 15 comissários estarão em Kiev.

No final da semana passada, Bruxelas chegou a disponibilizar informação na qual constava a participação do vice-presidente executivo Valdis Dombrovskis e dos comissários Margaritis Schinas (Promoção do Modo de Vida Europeu), Janusz Wojciechowski (Agricultura), Nicolas Schmit (Emprego e Direitos Sociais), Ylva Johansson (Assuntos Internos), Paolo Gentolini (Economia) e Janez Lenarcic (Gestão de Crises).

Mas a informação seria, entretanto, retirada.

Em relação à 24.ª cimeira UE-Ucrânia uma das informações confirmadas é que o bloco comunitário estará representado pela presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, pelo presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, e pelo Alto-Representante para os Negócios Estrangeiros, Josep Borrell.

[notícia atualizada às 08h03 de 2 de fevereiro de 2023]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+