Tempo
|
A+ / A-

Plataformas do Vaticano inacessíveis por suspeita de ataque informático

30 nov, 2022 - 23:52 • Redação

O embaixador ucraniano no Vaticano, Andrii Yurash já reagiu aos problemas nas plataformas do Vaticano, acusando a Rússia de um ciberataque.

A+ / A-

O site do Vaticano está inacessível desde a noite desta quarta-feira, indicou o porta-voz Matteo Bruni, apontando que foram inciadas "investigações técnicas por causa de um volume anormal de tentativa de acesso".

Vários sites ao longo do dia, incluindo o endereço Vatican.va, ficaram indisponíveis e ainda não foram repostos. O possível ataque informático surge depois de declarações de indignação de autoridades russas perante o Papa Francisco, que qualificou de "cruéis" as minorias étnicas russas que participam na guerra da Ucrânia.

"Geralmente os mais cruéis são talvez os povos que são da Rússia, mas não são da tradição russa", afirmou o Santo Padre, numa entrevista que deu para a publicação "America".

O embaixador ucraniano no Vaticano, Andrii Yurash já reagiu aos problemas nas plataformas do Vaticano, acusando a Rússia de um ciberataque.

"É uma resposta às declarações do Papa. Muitas das páginas da Cúria Romana ficaram inacessíveis”, alega, no Twitter.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+