Tempo
|
A+ / A-

Dois novos minerais descobertos num meteorito em África

30 nov, 2022 - 07:49 • Olímpia Mairos

Com 15 toneladas e dois metros de largura, este é o nono maior meteorito registado.

A+ / A-

Há dois novos minerais na terra. Foram encontrados num enorme meteorito em África.

Um deles chama-se ela-lii.ta porque foi encontrado no distrito de El Ali, na Somália. O outro é elkins-tan-to-nita, nome da especialista da Nasa Lindy Elkins-Tanton que trabalhou muito sobre a forma como os núcleos dos planetas se formam.

Segundo investigadores canadianos, a rocha foi encontrada na Somália rural há dois anos, mas os moradores acreditam que é muito mais antiga.

O meteorito foi identificado por cientistas da Universidade de Alberta, que analisaram um fragmento de 70g do meteorito de 15 toneladas, que é considerado o nono maior a chegar ao nosso planeta e tem cerca de 90% de ferro e níquel.

Chris Herd, professor do departamento de Ciências Terrestres e Atmosféricas e curador da coleção de meteoritos da Universidade de Alberta conta que, enquanto classificava o meteorito, encontrou minerais incomuns e pediu a Andrew Locock, chefe do laboratório de microssondas eletrónicas da universidade, para investigar.

“No primeiro dia em que se fez análises, o investigador confirmou que estavam ali pelo menos dois novos minerais”, disse Herd à BBC. “Isso foi fenomenal. Na maioria das vezes, dá muito mais trabalho identificar um novo mineral”, acrescentou.

Em análise, está ainda um terceiro mineral potencialmente novo.

“Nunca pensei estar envolvido na descrição de novos minerais apenas por trabalhar num meteorito. É isso que torna isto emocionante: só neste meteorito, há dois minerais oficialmente novos para a ciência”, destacou Herd.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+