Tempo
|
A+ / A-

Sobe para 321 número de mortos no sismo de segunda-feira na Indonésia

27 nov, 2022 - 16:39 • Lusa

O terramoto destruiu ou danificou mais de 60.000 casas e causou cerca de 73.000 deslocados, que estão agora alojados em mais de 300 abrigos, segundo o responsável.

A+ / A-

O número de mortos no terramoto que atingiu a província de Java Ocidental, na Indonésia, na segunda-feira, subiu para 321, indicou este domingo a agência nacional de gestão de catástrofes.

Após um número inicial de cerca de 270 vítimas mortais, o número de mortos continuou a aumentar a cada dia, uma vez que as equipas de resgate descobriram novos corpos debaixo dos escombros de edifícios que desabaram ou foram engolidos por deslizamentos de terra.

"Após a descoberta de mais oito corpos no sábado e três hoje, estamos agora em 321 mortos", disse o chefe da agência de gestão de catástrofes, acrescentando que 11 pessoas continuam desaparecidas e que as operações de busca vão continuar na segunda-feira.

A operação de busca e salvamento e a distribuição da ajuda humanitária foram prejudicadas pelas dezenas de réplicas sísmicas registadas após o impacto inicial, além de chuvas torrenciais, com o risco de novos deslizamentos de terra na região.

O terramoto de segunda-feira é o mais mortal na Indonésia desde setembro de 2018, quando um sismo e um tsunami na ilha de Celebes (Sulawesi) mataram mais de 4.300 pessoas no país, que fica no chamado Anel de Fogo do Pacífico, um área de grande atividade sísmica e vulcânica, onde são registados cerca de 7.000 terramotos por ano, a maioria deles moderados.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+