Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

​França acusada de não socorrer migrantes que morreram no Canal da Mancha

24 nov, 2022 - 11:50 • Cristina Nascimento

Caso remonta a 2021. Embarcação com mais de 30 pessoas a bordo acabou por naufragar. Só duas pessoas sobreviveram.

A+ / A-

As autoridades francesas terão ignorado pedidos de socorro e não enviaram meios para ajudar a embarcação que acabou por naufragar, em novembro de 2021, no Canal da Mancha, com mais de 30 pessoas a bordo.

É o que indicam investigações divulgadas esta quinta-feira quer pela imprensa britânica, quer pela imprensa francesa.

A britânica BBC revela que teve acesso às transcrições dos pedidos de ajuda feitos à guarda costeira francesa. Nessas comunicações, serão audíveis os apelos desesperados dos passageiros, a quem foi “indicado repetidamente para contactarem os serviços de emergência britânicos”, apesar de se encontrarem em águas francesas aquando do primeiro pedido de socorro.

Já o jornal francês “Le Monde”, que cita uma investigação policial, refere que as autoridades francesas não chegaram a enviar meios para o local, apesar de terem recebido um pedido nesse sentido por parte do Reino Unido.

A embarcação levava pelo menos 33 pessoas a bordo. Apenas dois passageiros sobreviveram.

Em meados deste mês de novembro, as autoridades de França e do Reino Unido assinaram, em Paris, uma nova declaração conjunta para intensificar os esforços para impedir a travessia de migrantes no Canal da Mancha.

O Reino Unido revelou que o número de migrantes que fazem a viagem entre França e o Reino Unido em barcos improvisados ultrapassou a marca dos 40 mil - um novo recorde.

Nunca antes tantos migrantes, na sua maioria albaneses, iranianos e afegãos, atravessaram o Canal da Mancha, indicam.

Em 2021, foram registadas 28.526 travessias, o que já era um recorde, segundo a agência francesa AFP.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+