Tempo
|
A+ / A-

FTX. Uma das maiores bolsas de criptomoedas do mundo vai à falência

11 nov, 2022 - 15:35 • Ricardo Vieira

O diretor-executivo Sam Bankman-Fried vai deixar a liderança da FTX, em resultado da falência de uma corretora que chegou a valer 32 mil milhões de dólares.

A+ / A-

Veja também:


A FTX, uma das maiores bolsas de criptomoedas do mundo, avançou com um processo de insolvência nos Estados Unidos, foi esta sexta-feira anunciado.

O diretor-executivo Sam Bankman-Fried vai deixar a liderança da FTX, em resultado da falência de uma corretora que chegou a valer 32 mil milhões de dólares.

A FTX era, até agora, uma das maiores bolsas de compra, venda e armazenamento de criptomoedas.

A falência do gigante das moedas digitais acontece depois de uma tentativa falhada de acordo com a concorrente Binance.

Na última semana, a FTX enfrentou um êxodo de clientes após serem levantadas dúvidas relativamente à saúde financeira e à falta de liquidez da corretora.

Numa mensagem publicada na rede social Twitter, o novo diretor-executivo do FTX Group tentou deixar uma mensagem de tranquilidade.

"Quero garantir a cada funcionário, cliente, credor, parte contratual, acionista, investidor, autoridade governamental e outras partes interessadas que conduziremos esse esforço com diligência, rigor e transparência", garantiu John J. Ray.

Ao abrigo do artigo 11, uma empresa em processo de insolvência pode apresentar um plano de revitalização enquanto desenvolve esforços para pagar aos credores.

A imprensa norte-americana avança que a FTX estará a ser investigada pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos e pela Comissão de Valores Mobiliários.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+