Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Nobel da Física distingue "trabalho pioneiro" que abre "nova era na tecnologia quântica"

04 out, 2022 - 10:49 • Redação

Três investigadores, Alain Aspect, John F. Clauser e Anton Zeilinger, laureados por experiências com fotões entrelaçados.

A+ / A-

O prémio Nobel da Física foi atribuído esta terça-feira ao francês Alain Aspect, o norte-americano John F. Clauser e o austríaco Anton Zeilinger, pelo trabalho desenvolvido na área da mecânica quântica, anunciou o secretário-geral da Real Academia Sueca de Ciências.

A Academia Sueca destaca as experiências levadas a cabo pelo trio de investigadores com fotões entrelaçados, que "estabelecem a violação das desigualdades de Bell [teorema referente a medições de pares de partículas que interagiram e se separaram] e a ciência pioneira da informação quântica".

Cada um dos cientistas, destaca a Academia em comunicado, conduziu "experiências inovadoras usando estados quânticos entrelaçados, em que duas partículas se comportam como uma única unidade mesmo quando são separadas". Os resultados destas experiências abriram caminho "a uma nova tecnologia que tem por base a informação quântica".

A investigação desenvolvida pelos laureados tem por base o trabalho de John Stewart Bell, um físico que se debruçou sobre se as partículas que se moveram para longe para que houvesse comunicação normal entre elas poderiam continuar, ainda assim, a funcionar em conjunto.

Citando o "trabalho pioneiro" dos três físicos, Eva Olsson, que integra o Comité do Nobel da Física, ressaltou aos jornalistas esta manhã que a ciência da informação quântica tem implicações abrangentes em áreas como a transferência segura de informação (encriptação de dados) e a computação quântica.

"A ciência da informação quântica é uma área vibrante que está em rápido desenvolvimento. As suas previsões abriram a porta a outro mundo e vieram também abalar todas as bases de como interpretamos medições [de partículas]."

No ano passado, o Nobel da Física foi atribuído a Syukuro Manabe, Klaus Hasselmann e Giorgio Parisi. Estes três cientistas foram distinguidos pelas "contribuições inovadoras para a nossa compreensão de sistemas físicos complexos".

Os vencedores recebem um diploma, uma medalha de ouro e uma quantia em dinheiro, que este ano será de 10 milhões de coroas suecas (cerca de 919 mil euros) a dividir pelas várias categorias.

Este é o segundo dos Nobel a ser anunciado este ano. Segunda-feira foi entregue o da Medicina ao sueco Svante Pääbo.

Amanhã, quarta-feira, é entregue o Nobel da Química.

[atualizado às 11h20]

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+