Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Ucrânia

Pelo menos 23 mortos perto de Zaporijía depois de ataque russo

30 set, 2022 - 07:59 • Marta Pedreira Mixão com Agências

O ataque ocorreu no dia em que Putin deverá assinar formalmente uma declaração para anexar partes da Ucrânia que se encontram sob ocupação militar russa ou que são controladas por forças separatistas.

A+ / A-

Pelo menos 23 pessoas foram mortas e 28 ficaram feridas na sequência de um ataque com mísseis russos, que atingiram veículos com civis perto da cidade ucraniana de Zaporijía, no sul da Ucrânia, segundo informou o governador regional.

De acordo com a Reuters, uma testemunha viu cerca de 12 corpos, quatro dos quais em carros, e afirmou que um míssil teria deixado uma cratera no chão perto de duas filas de veículos. O impacto do míssil provocou a projeção de vários estilhaços.

"Até ao momento, 23 mortos e 28 feridos. Todos os civis", informou Oleksandr Starukh, o governador regional de Zaporijía, através de uma mensagem no Telegram.

A agência refere que muitos dos veículos tinham vários pertences dos ocupantes, entre os quais malas.

Segundo o Guardian, o governador afirmou ainda que as equipas de resgate e outros serviços de socorro já estão no local e salientou que "o inimigo lançou um ataque" a civis e à periferia da cidade. "As pessoas estavam na fila para partir para o território ocupado com o objetivo de recolher os seus familiares e entregar ajuda. Há mortos e feridos".

Serhai Haidai, governador ucraniano da região ocupada de Lugansk, afirma que os russos atacaram os carros que se dirigiam para o território ocupado. "É de notar que a partida dos 34 veículos com moradores da região de Lugansk estava planeada", afirmou.

Há relatos de que a fila de carros foi atingida mais de uma dúzia de vezes e as imagens que estão a ser divulgadas nas redes sociais mostram vítimas na estrada. junto ao local do ataque.

O ataque ocorreu no dia em que Putin deverá assinar formalmente uma declaração para anexar partes da Ucrânia que se encontram sob ocupação militar russa ou que são controladas por forças separatistas.

A Rússia invadiu a Ucrânia a 24 de fevereiro e nega ter deliberadamente como alvo civis, contudo, os seus ataques têm devastado cidades e vilas ucranianas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Digo
    30 set, 2022 Eu 09:30
    A Ucrânia que ataque as regiões que o cão russo declara como pertencentes à rússia, precisamente na altura em que ele estiver a anunciar a anexação. Só para lhe mostrar que uma coisa é anunciar anexações, outra é elas ocorrerem de facto.

Destaques V+