Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Myanmar

Líder deposta Aung San Suu Kyi condenada a mais três anos de prisão por fraude eleitoral

02 set, 2022 - 09:15 • Lusa

A decisão acrescenta mais tempo de prisão aos 17 anos que a Nobel da Paz já está a cumprir por outros alegados delitos.

A+ / A-

Um tribunal de Myanmar (antiga Birmânia) condenou esta sexta-feira a ex-líder civil do país, Aung San Suu Kyi, a três anos de prisão por fraude eleitoral.

A decisão acrescenta mais tempo de prisão aos 17 anos que a Nobel da Paz já cumpre por outros alegados delitos.

O partido de Suu Kyi venceu as eleições gerais de 2020 com uma vitória esmagadora. Os militares tomaram o poder num golpe de Estado a 01 de fevereiro de 2021, justificado com uma alegada fraude eleitoral.

Os observadores eleitorais independentes não encontraram quaisquer irregularidades significativas.

Dois membros do antigo governo de Suu Kyi foram coarguidos no caso e também foram condenados a três anos de prisão.

A sobrevivência do partido Liga Nacional para a Democracia, liderado por Suu Kyi, está em perigo, sobretudo após as ameaças explícitas da junta militar de dissolver o partido antes de uma nova eleição, que os militares prometeram para 2023.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+