Tempo
|
A+ / A-

Três mil milhões para a Ucrânia. EUA anunciam ajuda de "longo prazo" nos seis meses da guerra

24 ago, 2022 - 14:42 • Lusa

Até ao momento, a administração Biden forneceu cerca de 10,6 mil milhões de dólares em ajuda militar à Ucrânia.

A+ / A-

O Presidente norte-americano, Joe Biden, anunciou esta quarta-feira um pacote de ajuda de “longo prazo” à Ucrânia, no valor de 2,98 mil milhões de dólares (três mil milhões de euros), contemplando nomeadamente sistemas de defesa aérea e de artilharia.

Num comunicado divulgado no dia em que a Ucrânia comemora a sua declaração de independência da União Soviética em 1991, coincidindo com os seis meses de invasão russa, Biden disse que a ajuda permitirá que a Ucrânia adquira sistemas de defesa aérea, sistemas de artilharia e munições, ‘drones’ (aeronaves não tripuladas) e outros equipamentos “para garantir que possa continuar a defender-se a longo prazo”.

Até ao momento, os Estados Unidos forneceram cerca de 10,6 mil milhões de dólares (cerca de 10,7 mil milhões de euros, ao câmbio atual) em ajuda militar à Ucrânia desde o início do Governo Biden, incluindo 19 pacotes de armas retirados diretamente dos ‘stocks’ do Departamento de Defesa desde agosto de 2021.

Ao contrário da maioria dos pacotes anteriores, o novo financiamento visa em grande parte ajudar a Ucrânia a garantir a sua postura de defesa de médio a longo prazo, conforme já haviam anunciado na terça-feira responsáveis governamentais norte-americanos sob condição de anonimato e citados pelas agências internacionais.

As remessas anteriores, a maioria delas feitas ao abrigo da autoridade presidencial, concentraram-se nas necessidades mais imediatas da Ucrânia de armas e munições e envolveram material que o Pentágono (Departamento de Defesa) já possui em ‘stock’ e pode ser disponibilizado rapidamente.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Cidadao
    25 ago, 2022 Lisboa 14:53
    Sistemas anti-míssil, drones tipo reaper, misseis Terra-Mar, artilharia de longo alcance, material para uma guerra de guerrilha e tanques para o contra-ataque geral, devem fazer parte do "pacote de ajuda"

Destaques V+