Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Covid-19. Reino Unido aprova vacina eficaz para Omicron e vírus original

15 ago, 2022 - 12:33 • Cristina Nascimento com Lusa

A União Europeia também já recebeu um pedido de autorização para esta vacina.

A+ / A-

O Reino Unido tornou-se no primeiro país a autorizar a administração da vacina contra a Covid-19 que é eficaz, simultaneamente, contra a variante Omicron e o vírus original.

Segundo a televisão britânica "Sky News", esta vacina, conhecida como "Spikevax bivalente Original/Omicron", contém metade da vacina Omicron e metade da vacina original contra o coronavírus.

Em comunicado, a Agência Reguladora de Medicamentos e Dispositivos Médicos (MHRA) explica que a vacina agora aprovada será usada "para doses de reforço para adultos", por considerar que esta "atende aos padrões de segurança, qualidade e eficácia do regulador britânico".

Ainda segundo a Sky News, a vacina também foi submetida à aprovação das autoridades da Austrália, Canadá e União Europeia. No caso de Bruxelas, esta vacina deve ser aprovada em setembro, adianta a mesma fonte.

Em resposta à Renascença, a Agência Europeia do Medicamento (EMA) diz estar a analisar duas propostas de novas vacinas contra o vírus original da Covid-19 e a variante Omicron.

A EMA está a avaliar dois pedidos para vacinas Covid-19 adaptadas que visam a variante original e a subvariante BA.1 da Omicron (um enviado pela Moderna, a Spikevax, e outro pela Pfizer/BioNTech, a Comirnaty).

Para a Comirnaty, também foi iniciada uma revisão contínua para uma versão adaptada que corresponde às subvariantes BA.4/5 Omicron.

A EMA espera receber um pedido de autorização de uma versão adaptada da BA.4/5 da Comirnaty, que será “avaliada para uma possível aprovação rápida no outono, logo após as vacinas BA.1”.

A Omicron é a estirpe dominante da Covid-19 em Portugal. Segundo o relatório da passada sexta-feira emitido pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, a linhagem BA.5 da variante Omicron é responsável por 97% dos casos da doença no país.

[notícia atualizada no dia 16/08/2022]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+