Tempo
|
A+ / A-

Macron assina ratificação da adesão à NATO da Finlândia e Suécia

13 ago, 2022 - 22:16 • Lusa

Os dois países precisam que 30 Estados-membros da organização reconheçam a adesão, mas apenas 20 aliados o fizeram até ao momento.

A+ / A-

O Presidente de França, Emmanuel Macron, assinou este sábado o protocolo de ratificação da adesão da Finlândia e da Suécia à NATO, aprovado no parlamento francês no dia 2 de agosto.

"Esta escolha soberana da Finlândia e da Suécia, dois parceiros europeus, vai permitir reforçar a sua segurança face à ameaça atual na vizinhança imediata e vai dar uma contribuição significativa, tendo em vista as suas capacidades, para a posição coletiva e para a nossa segurança europeia", indicou o palácio do Eliseu.

A Suécia e a Finlândia renunciaram à sua tradicional neutralidade devido à invasão russa da Ucrânia.

"Vinte aliados" já "ratificaram os protocolos", indicou no parlamento a ministra dos Negócios Estrangeiros francesa, Catherine Colonna.

Os dois países precisam de uma ratificação dos 30 Estados-membros da organização para beneficiarem da proteção do artigo 5.º da NATO em caso de ataque.

A Turquia ameaça, no entanto, "congelar" o processo, acusando os dois países de benevolência para com o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) e seus aliados que Ancara considera organizações terroristas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+