Tempo
|
A+ / A-

Tailândia. Incêndio em discoteca faz 14 mortos e dezenas de feridos

05 ago, 2022 - 13:58 • Rosário Silva

Foram necessárias mais de duas horas para que os bombeiros conseguissem controlar o fogo, num combate dificultado pela elevada quantidade de material inflamável que se encontrava no interior do espaço.

A+ / A-

Pelo menos 14 pessoas morreram e mais de quatro dezenas ficaram feridas num incêndio que deflagrou numa discoteca na província de Chonburi, no sudeste da Tailândia.

O alerta de fogo foi dado ao início da madrugada (quinta-feira à noite em Portugal) no distrito de Sattahip.

Segundo os bombeiros locais, foram necessárias mais de duas horas para controlar as chamas por causa de uma enorme quantidade de material inflamável que se encontrava no interior da discoteca Mountain B.

De resto, vídeos publicados online pelas próprias equipas de socorro e salvamento mostram as instalações envoltas em enormes chamas, com dezenas de pessoas a fugir do incêndio, cujas causas ainda não foram determinadas.

Segundo testemunhas, o fogo terá começado quando decorria uma atuação musical ao vivo neste espaço de diversão noturna, que fica a cerca de 150 quilómetros a sul de Banguecoque, numa localidade turística.

Apesar de ser um ponto turístico, as vítimas mortais, encontradas na maioria perto da entrada e das casas de banho, são de nacionalidade tailandesa.

O primeiro-ministro tailandês, Prayuth Chan-ocha, ordenou esta sexta-feira uma investigação para apurar as circunstâncias em que ocorreu o incêndio, prometendo às famílias das vítimas toda a ajuda necessária por parte das autoridades.

Por outro lado, o governante apelou a todos os responsáveis por locais de entretenimento no país, que assegurarem a existência de saídas de emergência e medidas de segurança adequadas, tendo em conta a suspeita de que o espaço estaria a funcionar sem autorização.

Esta não é a primeira vez que um incêndio mortal deflagra num clube noturno tailandês. Em 2009, mais de 60 pessoas morreram em Banguecoque, depois de um incêndio no chamado Clube Santika, às primeiras horas do dia de Ano Novo.

Feita posteriormente uma investigação ao sucedido, as autoridades acabaram por deter, em 2011, dois homens, incluindo o proprietário do clube.

Também em 2012, um incêndio num clube noturno no popular destino turístico tailandês de Phuket, matou quatro pessoas e fez mais de uma dúzia de feridos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+