Tempo
|
A+ / A-

“Rainha das criptomoedas” é um dos dez fugitivos mais procurados pelo FBI

01 jul, 2022 - 17:12 • Maria Costa Lopes

A “Cryptoqueen”, Ruja Ignatova, burlou mais de quatro mil milhões de dólares a investidores. O Departamento Federal de Investigação americano juntou-a à lista dos fugitivos mais procurados.

A+ / A-

Ruja Ignatova, uma mulher de 42 anos, da Bulgária, está a ser procurada pelas autoridades norte-americanas por suspeita de gerir um esquema fraudulento de criptomoedas.

Segundo o FBI, a fugitiva burlou as vítimas em mais de quatro mil milhões de dólares (3.8 mil milhões de euros), através de um esquema em pirâmide, mascarado de negócio de compra e venda de criptomoedas.

A líder da "OneCoin", empresa búlgara que comercializava a auto-proclamada criptomoeda, oferecia aos compradores uma comissão se vendessem esta moeda eletrónica a mais pessoas.

Esta quinta-feira, o Departamento Federal de Investigação norte-americano juntou Ruja Ignatova à lista dos dez fugitivos mais procurados. É a única mulher na lista.

Jamie Bartlett, autor do livro “The Missing Cryptoqueen” (“A Rainha das Criptomoedas Desaparecida”), disse à BBC que este era “provavelmente o maior desenvolvimento no caso desde 2017”, data em que Ruja foi vista pela última vez.

Em 2019, Ruja Ignatova foi alvo de oito acusações, incluindo fraude bancária e fraude de títulos.

O FBI acredita que é possível que Ruja Ignatova “tenha documentos falsificados de alta qualidade e tenha mudado a sua aparência”.

O Departamento Federal americano oferece uma recompensa de 100 mil dólares (96 mil euros) a quem tenha informações que ajudem a encontrar a fugitiva.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+