Tempo
|
A+ / A-

Guerra na Ucrânia

Explosão em centro comercial foi dano colateral de ataque a depósito de armas, diz Rússia

28 jun, 2022 - 10:30 • Redação

O ministro do Interior ucraniano confirma que ainda há 21 pessoas desaparecidas. Operações de busca e resgate continuam.

A+ / A-

O Ministério da Defesa da Rússia garantiu esta terça-feira que o ataque que ontem vitimou, pelo menos, 18 pessoas num centro comercial na cidade ucraniana de Kremenchuk tinha como alvo um depósito de armas.

No seu briefing de operações bélicas diárias na Ucrânia, o Governo russo diz que foram as explosões de munições que fizeram deflagrar um incêndio naquele centro comercial, que estaria encerrado e que se situa ao lado da fábrica tida como alvo.

"Em Kremenchuk, as forças russas atingiram um depósito de armas que foram recebidas dos Estados Unidos e da Europa, com armas aéreas de alta precisão", é indicado no comunicado, divulgado no canal de Telegram do Ministério da Defesa da Rússia.

"Como resultado do ataque de precisão, as armas de fabrico ocidental e munições concentradas no armazém foram atingidas. A detonação das munições armazenadas das armas ocidentais causou um fogo num centro comercial fora de serviço localizado junto do depósito."

Até esta manhã estavam confirmados 18 mortos e 59 feridos, 25 deles hospitalizados, na sequência do ataque de segunda-feira. À hora do bombardeamento com mísseis, estariam cerca de mil pessoas abrigadas dentro do centro comercial Amstor.

O ministro do Interior ucraniano, Denys Monastyrskiy, confirma que ainda há 21 pessoas desaparecidas. As operações de resgate nos escombros do centro comercial prosseguem esta terça-feira.

A Rússia lançou na madrugada de 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia, que já matou mais de 4.300 civis e obrigou à fuga para o estrangeiro mais de 7,2 milhões pessoas, segundo dados da ONU, que sublinha que os números reais podem ser muito superiores.


[notícia atualizada às 11h40]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Ocidente covarde
    28 jun, 2022 De Portugal 13:41
    Para quando o fornecimento de armas sofisticadas à Ucrânia que permitam atingir Moscovo? Os russos não têm qualquer problema em matar civis, porque não há-de a Ucrânia responder na mesma moeda?

Destaques V+