Tempo
|
A+ / A-

“Acordo mínimo” para regulamentar acesso a armas nos Estados Unidos

12 jun, 2022 - 17:43 • Lusa

A novidade foi anunciada este domingo, mas ainda fica aquém das medidas defendidas pelo Presidente Biden.

A+ / A-

Senadores Democratas e Republicanos alcançaram, em Washington, um “acordo mínimo” para melhorar a regulamentação do acesso a armas de fogo.

Negociadores das duas formações políticas anunciaram a criação de uma estrutura bipartidária em resposta aos tiroteios em massa do mês passado, um pequeno avanço que prevê restrições no acesso a armas e reforça esforços para melhorar a segurança escolar e os programas de saúde mental.

A proposta fica muito aquém das medidas mais duras defendidas pelo Presidente Joe Biden e muitos senadores Democratas.

Todavia, se o acordo levar à promulgação de legislação, isso sinalizaria uma mudança de anos de massacres com armas que sempre redundaram num impasse no Congresso.

Os líderes dos dois partidos no Senado esperam transformar qualquer acordo em lei rapidamente - já este mês - antes que o impulso político esmoreça, provocado pelos recentes tiroteios em massa em Buffalo (Estado de Nova Iorque) e Uvalde (Texas).

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Cidadao
    12 jun, 2022 Lisboa 19:15
    Andarem armados, até podem - proibir pura e simplesmente ter armas quando isso está nos genes dos "camones", era convidar a uma desobediência civil maciça, coisa perigosa naquele País. Mas então, armados só com armas de Defesa Pessoal de pequeno calibre e alcance, e não os "canhões" que qualquer puto acabado de fazer 18 anos, pode comprar e levar para casa quase sem perguntas.

Destaques V+