Tempo
|
A+ / A-

Jubileu de Platina. Rainha vem à varanda acenar ao povo e deixa em êxtase a multidão

05 jun, 2022 - 17:58 • Reuters

Termina este domingo a celebração do Jubileu de Platina, que comemora os 70 anos da raínha Elizabeth no trono britânico.

A+ / A-

A rainha Elizabeth, acompanhada pelo filho e herdeiro, o príncipe Charles, acenou a uma multidão empolgada junto ao Palácio de Buckingham, neste domingo, e, Londres, no final das celebrações nacionais que marcaram os 70 anos que leva no trono britânico.

A monarca de 96 anos não participou em vários eventos durante o Jubileu de Platina devido a "problemas de mobilidade episódicos".

Na tarde de domingo, ela foi saudada por grandes aplausos, trombetas e uma interpretação do hino nacional “God Save the Queen” antes de se retirar.

O elenco de "Mamma Mia" encantou a multidão emocionada com uma performance de "Dancing Queen" num palco fora do palácio.

Vestida com um verde brilhante, a rainha sorriu e acenou ao aparecer ao lado de Charles, do neto William e o filho mais velho deste, George.

A esposa de Charles, Camilla, a esposa de William, Kate, e seus dois filhos mais novos formavam o grupo familiar incomumente pequeno na varanda.

A aparição encerrou o último dia de uma celebração de quatro dias que foi marcada no domingo por um colorido e excêntrico concurso de Londres, onde bandas militares, carros antigos, dançarinos e celebridades desfilaram pelas ruas.

No final do desfile - onde artistas vestidos como animais, freiras, carrinhos de bolo e pessoas de todas as décadas do reinado da rainha - multidões subiram pelo grande boulevard Mall para ficar diante do Palácio de Buckingham e agitar bandeiras da União.

O cantor Ed Shearer também atuou durante a tarde.

Dos eventos do Jubileu de Platina também fizeram parte um desfile militar, um voo da Royal Air Force, um serviço de ação de graças e um concerto.

A rainha foi forçada a perder vários eventos das comemorações por causa do desconforto sentido durante viagens, disse o palácio real, problemas que recentemente a levaram a cancelar compromissos.

A rainha Elizabeth reinou por mais tempo do que qualquer um dos antecessores. Elizabeth subiu ao trono aos 25 anos com a morte de seu pai, George VI, em 1952, herdando o domínio sobre uma Grã-Bretanha ainda emergindo da devastação da Segunda Guerra Mundial e com Winston Churchill como primeiro-ministro.

No total, houve 14 primeiros-ministros do Reino Unido e 14 presidentes dos EUA durante o seu reinado; o Muro de Berlim subiu e caiu; a Grã-Bretanha aderiu e deixou a União Europeia; e o império outrora poderoso desintegrou-se, sendo substituído por uma Comunidade de 54 nações.

As sondagens no Reino Unido sugerem que a maioria dos britânicos acredita que a monarquia deve permanecer e um trabalho de opinião recente da Ipsos descobriu que nove em cada 10 entrevistados apoiam a rainha.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+