Tempo
|
A+ / A-

EUA

FBI investiga alegada tentativa de assassinato de George W. Bush

24 mai, 2022 - 23:07 • Redação

Suspeito é um cidadão iraquiano ligado ao Estado Islâmico, que chegou aos EUA em setembro de 2020. Segundo o FBI, o suspeito viajou até Dallas, no estado do Texas, para vigiar a casa do ex-Presidente.

A+ / A-

Um cidadão iraquiano com ligações ao Estado Islâmico, que entrou nos Estados Unidos em setembro de 2020, estaria a planear o assassinato do antigo Presidente George W. Bush.

A informação está a ser avançada pela estação NBC News que, citando o mandato de busca do FBI, acrescenta que o suspeito viajou, inclusivamente, até Dallas, no estado do Texas, para vigiar a casa do ex-Presidente.

O FBI alega que Shihab Ahmed Shihab, residente em Columbus, no Ohio, queria fornecer apoio material ao grupo terrorista Estado Islâmico.

Fonte do FBI revela que o suspeito pretendia recrutar operacionais para o país “de modo a executar o assassinato do ex-presidente George W. Bush”.

Shihab trabalhou como vendedor de alimentos e não tem parentes próximos nos EUA e foi acusado de ajudar e favorecer a tentativa de assassinato de um ex-funcionário federal em retaliação pelo desempenho de funções oficiais e tentar trazer um estrangeiro para os EUA para obter ganhos financeiros.

Os procuradores federais pedem a detenção, sem direito a fiança, deste cidadão iraquiano que vai a primeiro interrogatório na próxima sexta-feira.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+