Tempo
|
A+ / A-

Secretário-geral da NATO diz que adesão da Finlândia e Suécia é "momento histórico"

15 mai, 2022 - 15:10 • Redação

"Uma agressão não compensa", diz o secretário-geral da NATO.

A+ / A-

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, disse, este domingo, que a entrada de Finlândia e Suécia na organização constituirá "um momento histórico" e prova que "uma agressão não compensa".

"Reforçaria a segurança comum e demonstraria que a porta da NATO está aberta e que uma agressão não compensa", afirmou Stoltenberg, no final de uma reunião informal de ministros dos Negócios Estrangeiros da NATO, em Berlim.

Sobre os desenvolvimentos do conflito, o secretário-geral disse que a principal ofensiva russa, na região oriental de Donbass, "está em ponto morto".

Jens Stoltenberg defende que a Ucrânia "pode ganhar" a guerra contra a Rússia, que "não está a atingir os seus objetivos estratégicos".

Por isso, o secretário-geral da NATO mostra-se confiante de que Kiev "pode ganhar" a guerra.


Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+