Tempo
|
A+ / A-

Zelensky apela a “regime de silêncio eficaz” para retirar civis de Mariupol

06 mai, 2022 - 03:53 • Redação

O Presidente ucraniano volta a acusar a Rússia de desencadear combates na cidade portuária e lembra a presença de crianças abrigadas no complexo siderúrgico de Azovstal. Moscovo rejeita acusações.

A+ / A-

Numa mensagem divulgada em vídeo, esta quinta-feira, o Presidente da Ucrânia, Volodymy Zelensky, afirma que os bombardeamentos russos na cidade ucraniana de Mariupol não têm parado, apesar das promessas de cessar-fogo por parte de Moscovo.

“Atualmente, os ataque russos e a invasão da Rússia em Azovstal continuam, no entanto, os civis ainda têm de ser retirados. Estão ali mulheres e crianças. Imaginem só este inferno. Mais de dois meses de ataques e bombardeamentos constantes e com a morte por perto. Esperamos um regime de silêncio eficaz”, declara o presidente ucraniano.

Na mesma mensagem em vídeo, Zelensky diz que o seu Governo está a desenvolver todos os esforços encontrar uma solução que venha a permitir salvar os militares ucranianos. “Os heróis que defendem Mariupol dos ocupantes, que são superiores em número de tropas, não desistem e mantêm as suas posições”, assegura o Presidente ucraniano.

Moscovo prometeu uma trégua de três dias, em Mariupol, no entanto, segundo avança a estação de televisão BBC, existem relatos de que as tropas russas atacaram o complexo siderúrgico de Azovstal, onde cerca de 200 civis ainda estarão retidos, em conjunto com soldados ucranianos. O Kremlin nega os bombardeamentos e assegura que o cessar-fogo está a ser cumprido.

Nesta quinta-feira, Volodymyr Zelensky anunciou a criação de uma plataforma de financiamento colectivo para ajudar a Ucrânia a vencer a ofensiva russa e a reconstruir as infra-estruturas do país.

“Com um clique, pode doar fundos para ajudar os nossos defensores, salvar os nossos civis e reconstruir a Ucrânia", declarou Zelensky, em inglês, num vídeo publicado na rede social Twitter, anunciando o lançamento da plataforma United24.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+