Tempo
|
A+ / A-

Renascença na Ucrânia

Começou a ofensiva russa no Donbass

19 abr, 2022 - 10:25

Dia 55.º de guerra. Moscovo exige a rendição dos combatentes na fábrica de Azovstal, na cidade cercada de Mariupol.

A+ / A-
Combates intensificam-se na região do Donbass. Descrição do enviado especial da RR

O enviado especial da Renascença à Ucrânia confirma que as tropas russas intensificaram os ataques na região do Donbass, no leste do país. José Pedro Frazão, que está em Kharkiv, deu conta de intensos bombardeamentos nas últimas horas.

A Rússia já confirmou ter realizado dezenas de ataques aéreos e de ter disparado mísseis contra essa zona Ucrânia. Em comunicado, o Ministério da Defesa diz que os bombardeamentos neutralizaram 13 locais utilizados pelas forças ucranianas A mesma nota refere que está a concentrar tropas na cidade de Sloviansk, região de Donetsk.

Moscovo fez um ultimato e exige que as forças ucranianas e combatentes estrangeiros escondidos na fábrica metalúrgica Azovstal, na cidade de Mariupol, deponham as armas até o meio-dia se quiserem sobreviver (10h00 em Portugal).

Com o intensificar dos ataques, pelo terceiro dia consecutivo, não vão ser abertos corredores humanitários para a saída de civis.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+