Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

​Camiões com ajuda portuguesa chegam à Ucrânia, mas houve problemas no caminho

08 mar, 2022 - 14:00 • José Pedro Frazão , enviado especial à Ucrânia

Viaturas transportavam medicamentos, alimentos, geradores de energia, conservas alimentares, mantas e roupas protetoras do frio, além de “drones”.

A+ / A-

Veja também:


Já chegaram à Ucrânia camiões oriundos de Portugal com material para ajuda humanitária. Os camionistas de uma das transportadoras, alguns deles ucranianos, foram confrontados com problemas para conseguir entregar as mercadorias na Ucrânia.

A Renascença apurou que foram abordados, no último sábado, na fronteira de Medyka, no leste da Polónia, por duas pessoas com propostas para comprar a ajuda ali contida. Segundo os relatos feitos à Renascença, ambas seriam mulheres ucranianas, sendo que uma delas falava português. A proposta seria para ficar com o conteúdo do camião, especialmente produtos alimentares, roupa e medicamentos, a troco de uma determinada verba.

Os camionistas conseguiram iludir estes intermediários através de uma fuga para uma fronteira mais a norte, em Krakivets. Com recurso a contactos com o exército ucraniano, conseguiram descarregar a ajuda humanitária em segurança, já em território ucraniano, num armazém ligado à cadeia logística da ajuda humanitária ucraniana. Um dos carregamentos levava material para o Hospital Militar de Lviv cuja receção já foi confirmada.

Os camiões transportavam medicamentos, alimentos, geradores de energia, conservas alimentares, mantas e roupas protetoras do frio, além de “drones”.

Segundo um dos camionistas ucranianos admitiu à Renascença a tentativa de compra do material que seguia nos camiões serviria para adquirir produtos para venda comercial na Ucrânia.

Este problema atrasou a entrada desta ajuda portuguesa em mais de 24 horas, tendo apenas sido descarregada na tarde de domingo.

A embaixada ucraniana em Lisboa foi informada deste incidente.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Cidadao
    08 mar, 2022 Lisboa 15:34
    Agentes ao serviço da Rússia, a tentar desviar a ajuda humanitária. Melhor será que futuros envios por este meio, levem segurança armada.

Destaques V+