Tempo
|
A+ / A-

Guerra na Ucrânia. Putin põe forças de dissuasão nuclear em alerta máximo

27 fev, 2022 - 13:35 • Marta Grosso

Rússia responde assim ao que considera serem “declarações agressivas” da parte de Estados-membros da NATO.

A+ / A-

O Presidente russo, Vladimir Putin, ordenou neste domingo ao comando militar para colocar as forças de dissuasão nuclear em alerta máximo.

“Oficiais de alto escalão dos principais países da NATO fazem declarações agressivas sobre nosso país. Por isso, ordeno ao ministro da Defesa e ao chefe do Estado-Maior que coloquem as forças de dissuasão do Exército russo em alerta especial”, afirmou Vladimir Putin durante uma reunião com o ministro da Defesa, Sergei Shoigu, e Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas da Rússia, Valery Gerasimov.

As declarações foram transmitidas pela televisão e estão a ser divulgadas por vários órgãos de comunicação social.


Não é claro ainda o que significa “modo especial de dever de combate”, mas o Presidente russo tem alertado os países estrangeiros para não interferirem na operação militar em curso na Ucrânia, avisando que tal interferência pode levar a “consequências como nunca viram”.

A Rússia posicionou mísseis antiaéreos e outros sistemas avançados de mísseis na Bielorrússia e deslocou a sua frota para o Mar Negro, num esforço para impedir uma intervenção do Ocidental no conflito.

A Rússia tem o maior stock de armas nucleares do mundo, mas arsenal da NATO dá para destruir a Rússia.

Neste domingo, a Alemanha, numa mudança de política histórica, anunciou o envio de armamento militar para a Ucrânia e o aumento do orçamento para a Defesa alemã em 2%.

Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Cidadao
    27 fev, 2022 Lisboa 14:37
    Será que ele julga que no Ocidente, não temos também armas nucleares, e ele não sabe onde iria levar, a Rússia fazer um ataque nuclear a um País da NATO? Acho que está na altura de na Rússia, alguém por uma bala na cabeça deste tipo, ou no mínimo aprisionarem-no para a Vida.

Destaques V+