Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Nord Stream 2. Alemanha suspende gasoduto com a Rússia

22 fev, 2022 - 13:51 • Rosário Silva

Em causa o conflito Rússia-Ucrânia. O Nord Stream 2 permitiria duplicar a capacidade de gás que chega à Alemanha por via da Rússia. O Governo alemão garante, contudo, que o fornecimento de gás ao país está seguro.

A+ / A-

O chanceler alemão, Olaf Scholz, disse esta terça-feira que não é possível prosseguir com processo de certificação do gasoduto Nord Stream 2, devido ao agravar da tensão entre a Rússia e a Ucrânia.

"Sem essa certificação, o Nord Stream 2 não pode ser posto em funcionamento", referiu Scholz, durante um encontro com os jornalistas.

O Nord Stream 2 permitiria duplicar a capacidade de gás que chega à Alemanha por via da Rússia. O Governo alemão garante, contudo, que o fornecimento de gás ao país está seguro, apesar desta decisão de interromper, para já, o processo de certificação deste gasoduto.

Na mesma ocasião, o chanceler alemão voltou a apelar à diplomacia entre o Ocidente e a Rússia, para que se evite “uma catástrofe”.

"O nosso objetivo são os esforços diplomáticos", sublinhou Scholz, lamentando que várias décadas depois do final da Segunda Guerra Mundial, “uma nova guerra ameaça a Europa de Leste".

Estas declarações acontecem um dia depois do anúncio do reconhecimento da independência, por parte da Rússia, dos territórios separatistas de Donestk e Luhanks, no leste da Ucrânia.

Na mesma ocasião, o chanceler alemão voltou a apelar à diplomacia entre o Ocidente e a Rússia, para que se evite “uma catástrofe”.

"O nosso objetivo são os esforços diplomáticos", sublinhou Scholz, lamentando que várias décadas depois do final da Segunda Guerra Mundial, “uma nova guerra ameaça a Europa de Leste".

Estas declarações acontecem um dia depois do anúncio do reconhecimento da independência, por parte da Rússia, dos territórios separatistas de Donestk e Luhanks, no leste da Ucrânia.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+