A+ / A-

Luc Montagnier, um dos cientistas que descobriu o vírus da Sida, morreu aos 89 anos

10 fev, 2022 - 17:21 • Redação

Durante a pandemia da Covid-19, Luc Montagnier gerou polémica, porter afirmado que o novo coronavírus foi concebido num laboratório em Wuhan, por cientistas chineses.

A+ / A-

O cientista francês Luc Montagnier, um dos virologistas que descobriram o vírus da SIDA, morreu esta terça-feira, aos 89 anos.

Montagnier nasceu a 18 de agosto de 1932 em Chabris, Indre. Em 1955, foi nomeado assistente na Faculdade de Ciências de Paris, antes de se dedicar à pesquisa dos vírus animais.

Com os colegas Jean-Claude Chermann e Françoise Barré-Sinoussi descobriu o vírus HIV, que provoca a doença da Sida, em 1983, feito que lhe valeu o Prémio Nobel da Medicina.

Durante a pandemia da Covid-19, Luc Montagnier gerou polémica, porter afirmado que o novo coronavírus foi concebido num laboratório em Wuhan, por cientistas chineses.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+