Tempo
|
A+ / A-

Marrocos. Operação tenta resgatar criança que caiu em poço de 30 metros

03 fev, 2022 - 17:01 • Teresa Paula Costa

Rayan, de cinco anos, caiu num poço quando brincava em Tamrout, mas está vivo e consciente, embora ferido. Operação de resgate decorre desde a noite desta terça-feira.

A+ / A-

A Proteção Civil de Marrocos está, desde a noite desta terça-feira, a tentar resgatar um rapaz de cinco anos que caiu num poço na cidade de Tamrout, a 100 quilómetros de Chefchaouen.

Segundo as autoridades, a criança, que caiu através de uma pequena abertura quando brincava perto do local, está a 32 metros de profundidade, mas viva e consciente. Através de uma câmara que as autoridades conseguiram fazer descer pela abertura, foi possível ver a criança, com ligeiros ferimentos na cabeça.

Os media marroquinos relatam que as autoridades da província já fizeram várias tentativas para chegar ao rapaz e que dezenas de polícias, grupos de salvamento, a Royal Gendarmerie e oficiais da proteção civil estão envolvidos na operação de resgate.

Mohamed Yassin El Quahabi, presidente da Associação de Espeleologia e Atividades de Montanha de Chefchaouen, tem ajudado no resgate e disse à BBC que a estreiteza do poço tem dificultado os trabalhos. Até agora, todas as tentativas de voluntários locais para chegar à criança falharam.

“O problema deste salvamento é que o diâmetro é muito, muito pequeno, cerca de 25 centímetros”, disse Mohamed Yassin El Quahabi. “Quando chegamos aos 28 metros de profundidade, a abertura torna-se mais estreita, por isso, não conseguimos alcançá-lo”, acrescentou.

Até agora, só foi possível chegar aos 19 metros e El Quahabi disse à BBC que esta era a única maneira de salvar o pequeno Rayan.

Mas as autoridades receiam que qualquer interferência no poço possa acidentalmente ferir a criança.

A equipa de resgate já conseguiu fazer chegar, pela mesma abertura por onde a criança caiu, uma máscara de oxigénio, comida e água.

Uma equipa médica está também no local, pronta para tratar o rapaz.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+