Tempo
|
A+ / A-

Sobe para 18 o número de mortos devido ao mau tempo no nordeste do Brasil

27 dez, 2021 - 07:48 • Olímpia Mairos

Há, pelo menos 72, municípios em situação de emergência devido a cheias e deslizamentos de terras.

A+ / A-

Pelo menos 18 pessoas morreram no nordeste do Brasil devido aos temporais que estão a assolar a região desde novembro. Duas pessoas estão desaparecidas e 286 ficaram feridas desde o início do ciclo de chuvas.

De acordo com a proteção civil, citada pelo jornal “Folha de S. Paulo” mais de 11 mil pessoas foram obrigadas a deixar as suas casas e 4.200 tiveram de ser apoiados pelas autoridades devido às inundações em 19 municípios do Estado brasileiro da Bahia, no nordeste do Brasil.

O número de municípios em situação de emergência subiu de 25 para 72 segundo o decreto da Defesa Civil da Bahia publicado no domingo.

"É uma tragédia gigantesca. Não lembro se na história recente da Bahia tem algo dessa proporção. É algo realmente assustador o número de casas, de ruas e de localidades completamente debaixo de água", disse o governador da Bahia, Rui Costa, após sobrevoar a região.

As chuvas, que já tinham deixado um rasto de destruição há cerca de 15 dias na região extremo-sul do estado, voltaram a castigar a Bahia desde quinta-feira, dia 23, com maior intensidade na sexta-feira, 24, e no sábado, dia 25.

De acordo com a Defesa Civil da Bahia, cerca de 430.869 pessoas foram afetadas pelos temporais.

Uma das cidades mais atingidas foi Itabuna, maior município da região sul do estado. Na madrugada de sexta-feira, a cidade registou um volume de chuva de 110 milímetros, fazendo transbordar o rio Cachoeira, que atravessa a cidade.

Em Salvador, capital do Estado, as chuvas de sexta-feira atingiram cerca de 250 milímetros desde o início do mês, cinco vezes mais que a média de todo o mês de dezembro.

Os governos federal e estadual da Bahia lançaram no sábado uma operação para socorrer moradores bloqueados em zonas inundadas. Nesta operação conjunta foram mobilizadas pessoas, helicópteros e equipamentos para socorrer milhares de moradores que estão retidos pelas inundações, com a cooperação de outros estados, como o de Minas Gerais, Espírito Santo e São Paulo.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+