Tempo
|
A+ / A-

Covid-19

Reino Unido dá passo atrás. Máscara volta a ser obrigatória, teletrabalho é recomendado

08 dez, 2021 - 19:02 • Redação

Novas medidas entram em vigor na próxima segunda-feira e incluem, também, a apresentação obrigatória do certificado digital para entrar em discotecas e outros locais onde se registem aglomerados de pessoas.

A+ / A-

Veja também:


O Reino Unido vai reintroduzir o uso obrigatório da máscara em locais públicos e volta a recomendar o teletrabalho para travar a nova vaga da pandemia de Covid-19, anunciou esta quarta-feira o primeiro-ministro Boris Johnson, após a reunião com o comité de peritos.

As novas medidas entram em vigor na próxima segunda-feira e incluem, também, a apresentação obrigatória do certificado digital para entrar em discotecas e outros locais onde se registem aglomerados de pessoas.

Na conferência desta quarta-feira, Boris Johnson reconheceu que o número de casos da nova variante Ómicron seja “muito maior” do que os confirmados até esta altura e os conselheiros do Governo alertam que as hospitalizações por causa desta variante podem chegar às duas mil por dia, se não houver mais restrições.

Os peritos admitem que, dentro de poucas semanas, a Ómicron poderá tornar-se a estirpe dominante no país, superando a variante Delta que, nesta altura, continua a ser responsável por, aproximadamente, 680 internamentos por dia no Reino Unido.

O "Plano B" foi acionado no dia em que Allegra Stratton, que foi porta-voz do Governo britânico na cimeira climática COP26, anunciou a demissão e pediu desculpas aos britânicos por comentários sobre uma alegada festa de Natal em Downing Street, no ano passado.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+