Tempo
|
A+ / A-

Putin pronto para resolver crise migratória entre Bielorrússia e Polónia

14 nov, 2021 - 16:17 • Lusa

O chefe do Kremlin reiterou que a Rússia não está envolvida na situação que surgiu na fronteira bielorrusso-polaca.

A+ / A-

O Presidente russo, Vladimir Putin, afirmou que o seu país está pronto a ajudar a resolver a crise migratória na fronteira entre a Bielorrússia e a Polónia, segundo declarações prestadas durante uma entrevista transmitida este domingo na televisão estatal russa.

"Estamos prontos a ajudar de todas as formas que pudermos, se alguma coisa, evidentemente, depender de nós", disse Putin em declarações ao programa "Moscovo. Kremlin. Putin", que é transmitido semanalmente no canal Rossiya 1, de acordo com as agências oficiais russas.

O chefe do Kremlin disse ter aprendido "com os meios de comunicação social" sobre a situação na fronteira entre a Bielorrússia e a Polónia, onde vários milhares de migrantes, na sua maioria curdos do Iraque e da Síria, estão a tentar entrar na Polónia.

"Nunca discuti este assunto com (o Presidente da Bielorrússia, Alexander) Lukashenko. Só quando esta crise eclodiu é que falámos ao telefone duas vezes", disse.

Reiterou que a Rússia não está envolvida na situação que surgiu na fronteira bielorrusso-polaca.

"Não temos absolutamente nada a ver com isto, absolutamente nada! Não sei por que há quem fale sobre isso. É simplesmente o desejo de fazer com que outra pessoa leve a culpa", sublinhou.

Putin insistiu que os países ocidentais são responsáveis pelas crises migratórias, pois eles próprios "criaram as condições para a deslocação de milhares e centenas de milhares de pessoas".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Cidadao
    14 nov, 2021 Lisboa 20:14
    Já viu que não conseguiu separar a Polónia da UE e que a escalada que o Lukaschenko anda a marinar, vai acabar por virar-se contra a Rússia, mais cedo ou mais tarde. E obviamente, quer limpar a imagem dizendo que nada tem a ver com isso, como se acreditássemos que o Lukaschenko sequer assoa o nariz, sem telefonar ao Kremlin, primeiro.

Destaques V+