Tempo
|
A+ / A-

Covid-19. Incidência na Alemanha continua a aumentar

12 nov, 2021 - 09:31 • Lusa

As autoridades de saúde registaram 48.640 novas infeções nas últimas 24 horas - após o número máximo de quinta-feira com 50.196 novos casos.

A+ / A-

A incidência do novo coronavírus em sete dias continua a aumentar na Alemanha, com um novo máximo de 263,7 novas infeções por 100.000 habitantes, segundo os dados divulgados pelo Instituto Robert Koch (RKI).

As autoridades de saúde registaram 48.640 novas infeções nas últimas 24 horas - após o número recorde de quinta-feira de 50.196 novos casos - e 191 mortes, enquanto os casos ativos da doença chegaram a 395.300.

De acordo com o relatório, 1.274 pessoas estavam hospitalizadas devido ao novo coronavírus e a taxa acumulada de internamentos em sete dias era de 4,65 por 100.000 habitantes.

O número máximo de internamentos foi registado nos dias do último Natal, com uma taxa acumulada de 15,5.

A taxa de vacinação permanece praticamente estagnada abaixo dos 70%. Até terça-feira, 69,9% da população alemã já tinha recebido pelo menos uma dose da vacina contra a Covid-19 e 67,3% tinha sido imunizada com as duas doses.

No seu relatório semanal, publicado na quinta-feira, o RKI "recomenda fortemente cancelar o máximo possível ou evitar eventos maiores, mas também todos os outros contactos desnecessários."

Também indicou que a taxa de doenças respiratórias agudas foi de 5,5% na semana passada, o que se traduz em 5.500 casos em 100.000 habitantes, ou cerca de 4,6 milhões de pessoas.

Estes números permitem concluir que o número de contactos que poderão transmitir as infeções respiratórias é atualmente "tão alto quanto nos dois invernos anteriores", alertou.

O RKI estima o risco para a saúde para os não vacinados ou parcialmente imunizados como "muito alto" e para aqueles totalmente vacinados de "moderado, mas crescente" devido ao aumento no número de infeções.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+