Tempo
|
A+ / A-

Ataque a hospital em Cabul faz pelo menos 15 mortos

02 nov, 2021 - 14:27 • Filipe d'Avillez

Suspeita-se que a autoria do ataque seja do Estado Islâmico local.

A+ / A-

Pelo menos 15 pessoas morreram e 34 ficaram feridas num ataque ao maior hospital militar do Afeganistão, em Cabul, esta terça-feira.

Uma forte explosão abalou o edifício, que comporta 400 camas e passados poucos segundos ouviram-se rajadas de tiros vindos do local, seguidas de outra explosão passados cerca de 10 minutos.

Pelo menos nove feridos foram levados para um hospital a três quilómetros de distância, gerida por uma organização italiana, diz o jornal britânico The Guardian.

O principal suspeito de mais este atentado no Afeganistão é o ramo local do Estado Islâmico que tem estado em conflito com os Talibãs desde que estes assumiram o poder, em agosto, após a retirada das forças americanas que se encontravam no país há perto de 20 anos.

Os membros do Estado Islâmico têm sido responsáveis por vários atentados desde agosto, começando com um que matou várias pessoas durante as operações de retirada dos americanos e de milhares de refugiados.

Mais recentemente dois atentados no espaço de poucos dias fizeram cerca de 100 mortos em mesquitas xiitas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+