Tempo
|
A+ / A-

Indonésia

Ilha de Bali reabre para turistas de 19 países, incluindo Portugal

14 out, 2021 - 10:52 • Lusa

A decisão está relacionada com a alta taxa de vacinação na ilha - 80% da população.

A+ / A-

A ilha de Bali reabriu para turistas estrangeiros de 19 países, incluindo Portugal, pela primeira vez em mais de um ano devido à pandemia, mas com uma série de restrições.

O aeroporto de Bali receberá visitantes de 19 países que atendam aos critérios da Organização Mundial da Saúde (OMS), como ter as infeções pelo SARS-CoV-2 sob controlo, disse Luhut Binsar Pandjaitan, o ministro do Governo indonésio que lidera a resposta à Covid-19 em Java e Bali, num comunicado publicado na noite de quarta-feira.

Pandjaitan disse que todos os passageiros de voos internacionais devem apresentar prova da vacinação completa contra o novo coronavírus ou teste negativo para o SARS-CoV-2 na chegada à Bali e passar por uma quarentena de cinco dias em hotéis designados pelas autoridades e por conta dos visitantes.

Os visitantes também terão que seguir regras rígidas em hotéis, restaurantes e praias.

Os turistas de 19 países agora podem visitar as ilhas de Bali e Riau, nomeadamente de Portugal, Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Nova Zelândia, Kuwait, Bahrein, Qatar, China, Índia, Japão, Coreia do Sul, Liechtenstein, Itália, França, Espanha, Suécia, Polónia, Hungria e Noruega.

O Presidente indonésio, Joko Widodo, referiu que a decisão de reabrir foi devido à a alta taxa de vacinação em Bali [80% da população da ilha].

O número de casos do novo coronavírus na Indonésia também diminuiu consideravelmente, registando cerca de 1.000 casos por dia na semana passada, após um pico de cerca de 56.000 por dia em julho.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+