Tempo
|
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
Tudo o que precisa de saber sobre o Mundial 2022 Últimas Notícias Mundial 2022
A+ / A-

Farmacêutica MSD anuncia comprimido contra a Covid-19 eficaz no combate a variantes

30 set, 2021 - 09:08 • Redação

O fármaco de uso oral, molnupiravir, da farmacêutica Merck & Co, é mais eficaz quando administrado numa fase inicial de manifestação da doença, revelam os ensaios clínicos.

A+ / A-

Veja também:


O medicamento antiviral oral experimental contra a Covid-19 da MSD, molnupiravir, deverá ser eficaz no tratamento das variantes já conhecidas do SARS-CoV-2, incluindo a Delta, mais transmissível e atualmente dominante em vários países. O anúncio foi feito pela própria farmacêutica, num comunicado divulgado na quarta-feira.

Uma vez que o molnupiravir não tem como alvo a proteína espícula do vírus (alvo de todas das vacinas contra a Covid-19 aprovadas pela Agência Europeia do Medicamento), que difere entre variantes, o medicamento deve ser igualmente eficaz no tratamento da doença, independentemente da evolução do vírus, garantiu Jay Grobler, diretor executivo do departamento de doenças infecciosas e vacinas da MSD.

Os dados mostram que o fármaco é mais eficaz quando administrado no início do curso da infecção, avança a MSD.

A farmacêutica norte-americana testou o antiviral em amostras recolhidas nos primeiros ensaios clínicos do medicamento. A variante Delta não estava em grande circulação na altura, mas o molnupiravir foi, entretanto, testado em amostras de laboratório da variante responsável pelo mais recente aumento de hospitalizações e mortes por Covid-19, nos Estados Unidos.

A farmacêutica tinha já anunciado, no início de 2021, que um ensaio preliminar revelou que após cinco dias de tratamento com molnupiravir, nenhum dos pacientes que recebeu várias doses de fármaco testou positivo, enquanto 24% dos pacientes que receberam o placebo apresentaram ainda apresentavam uma carga viral detectável.

A MSD está atualmente a conduzir dois ensaios de Fase III do antiviral, um para o tratamento de Covid-19 e outro para a prevenção da doença. Os ensaios deverão estar concluídos no final de novembro.

As ações da MSD subiram 2,3% na Bolsa de Valores de Nova York, após o anúncio.

[notícia corrigida - Farmacêutica MSD em vez de Merck & Co]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+