Tempo
|
A+ / A-

Canárias

La Palma. Lava do vulcão Cumbre Vieja já chegou ao mar

29 set, 2021 - 01:05 • Redação com agências

Especialistas alertam para o perigo de reações alérgicas graves, uma vez que o arrefecimento repentino da lava, em contacto com a água do mar, pode provocar a libertação de gases altamente tóxicos, como é o caso do ácido clorídrico.

A+ / A-

A lava do vulcão Cumbre Vieja chegou esta terça-feira noite ao mar do arquipélago das Canárias, segundo um comunicado do Instituto Vulcanológico das Canárias (Involcan).

Os especialistas alertam para o perigo de reações alérgicas graves, uma vez que o arrefecimento repentino da lava, em contacto com a água do mar, pode provocar a libertação de gases altamente tóxicos, como é o caso do ácido clorídrico, responsável por irritação na pele e na mucosa dos olhos.

Também esta terça-feira, o governo de Espanha a zona do Cumbre Vieja como zona de catástrofe e aprovou as primeiras ajudas de 10,5 milhões de euros para comprar 107 casas, móveis e eletrodomésticos para as vítimas.

O valor faz parte dos apoios de emergência anteriores à fase de reconstrução da ilha, que consistirá na reparação e restauro de danos em habitações, infraestruturas rodoviárias hidráulicas, explorações pecuárias, campos de cultivo, áreas florestais e equipamentos públicos.

A lava destruiu cerca de 600 habitações até agora, segundo um balanço provisório, muitas delas primeiras e únicas residências de alguns dos 6.200 habitantes retirados, que estão distribuídos por casas de familiares e amigos, centros de saúde e hotéis.

A primeira centena das casas que serão adquiridas em regime de propriedade pelo Governo das Canárias estará disponível em princípios de outubro, e espera-se atingir as 300 no final do ano.

“Temos que resistir, resgatar e seguir em frente”, disse o presidente das Canárias, Ángel Víctor Torres, no parlamento autonómico, sublinhando a importância de todas as administrações estarem empenhadas na reconstrução de La Palma.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+