Tempo
|
A+ / A-

Vulcão nas Canárias destrói 100 casas. Cinco mil pessoas retiradas

20 set, 2021 - 14:45 • Marta Grosso

O Cumbre Vieja entrou em erupção no domingo e já expeliu 20 mil toneladas de dióxido de enxofre.

A+ / A-

A lava do vulcão Cumbre Vieja, em La Palma, nas ilhas Canárias, já destruiu cerca de uma centena de habitações em El Paso, avança o jornal “El Mundo”, citando dados do município.

Até agora, não existem registos de vítimas e, por precaução, cerca de 5.000 pessoas foram retiradas das suas casas, nos municípios de El Paso, Los Llanos de Aridane e Tazacorte.

Foi ainda criado um cordão de segurança dois quilómetros em redor dos centros de emissão, de modo a evitar o impacto de piroclastos e de a exposição aos gases. Nesta altura, foram já observadas fissuras de 200 metros de comprimento no solo.


A temperatura superficial da lava atinge os 1075 ºC e a coluna de cinza vulcânica uma altura de 1.500 metros. Os gases emitidos chegam aos três mil metros. Já é possível verificar a formação de um cone principal.

Até agora, foram emitidas 20.000 toneladas de dióxido de enxofre.

Lava deverá chegar ao mar

Segundo o presidente do Governo das Canárias, Ángel Víctor Torres, a lava poderá atingir o mar por volta das 20h00 desta segunda-feira (19h00 em Lisboa).

O vulcão ainda está ativo e assim continuará nos próximos dias”, garantiu numa conferência de imprensa conjunta com o primeiro-ministro, Pedro Sánchez.

Segundo Ángel Victor Torres,o fluxo de lava deverá entrar no mar ao largo da costa de Tazacorte, possivelmente na Playa Nueva, em Los Guirres.


“Todos os recursos à disposição”, garante Sánchez

O primeiro-ministro espanhol garantiu, em La Palma, que o município pode contar com o Governo central para “lidar com qualquer tipo de eventualidade”.

“Todos os recursos do Estado estão à sua disposição” da ilha, afirmou Pedro Sánchez, agradecendo às forças de segurança o trabalho realizado.

“Vai se perceber o empenho das instituições na reconstrução de tudo o que foi danificado”, frisou, prometendo que “a economia não será prejudicada”.

Sánchez pediu ainda à população que “tenha cuidado e se afaste” das áreas mais perigosas.

O vulcão Cumbre Vieja entrou em erupção no domingo, o que não acontecia desde 1971 (em Teneguía, no sul da ilha).

Desde o início da semana que a ilha se encontrava em alerta amarelo, devido ao risco de erupção vulcânica na zona (nível 2 de 4).

La Palma, com 85 mil habitantes, é uma das oito ilhas do arquipélago das Canárias e dista 100 quilómetros de Marrocos, no seu ponto mais próximo com África.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+