Tempo
|
A+ / A-

Herói do filme “Hotel Ruanda” condenado por terrorismo

20 set, 2021 - 15:28 • Redação

Vinte cinco anos de prisão para Paul Rusesabagina, considerado culpado de apoio a um grupo rebelde responsável por uma vaga de ataques no Ruanda, em 2018.

A+ / A-

O homem retratado como um herói no filme “Hotel Ruanda” foi esta segunda-feira condenado a 25 anos de prisão por terrorismo por um tribunal ruandês.

Paul Rusesabagina, de 67 anos, foi considerado culpado de apoio a um grupo rebelde responsável por uma vaga de ataques.

As ações da Frente Nacional de Libertação (FLN, na sigla inglesa) provocaram a morte a nove pessoas, em 2018, segundo as autoridades.

Na altura, Paul Rusesabagina vivia n exílio e liderava um grupo da oposição, que tinha a FLN como braço armado.

O homem que inspirou o filme “Hotel Ruanda”, que retrata o genocídio ocorrido em 1994 naquele país africano, garante que nunca defendeu ataques contra civis, apesar de admitir que enviou dinheiro para FLN.

Numa mensagem vídeo de 2018, Paul Rusesabagina apelou a uma mudança de regime no Ruanda e disse que “chegou a altura de usarmos todos os meios possíveis para trazer a mudança” ao país.

A família de Rusesabagina acusa as autoridades ruandesas de terem levado do exílio à força para ser julgado.

O filme "Hotel Ruanda” conta como Paul Rusesabagina, interpretado pelo ator Don Cheadle, ajudou a salvar mais de mil pessoas dos massacres.

[notícia atualizada às 16h38]

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+