Tempo
|
A+ / A-

1940-2021

Morreu Clive Sinclair, o criador do computador ZX Spectrum

16 set, 2021 - 20:15 • Redação com Lusa

Inventor britânico tinha 81 anos e morreu devido a doença prolongada.

A+ / A-

Morreu Clive Sinclair, o empresário britânico que revolucionou a computação doméstica.

A notícia foi anunciada esta quinta-feira pela filha, Belinda. Sinclair tinha 81 anos e sofria de doença prolongada.

Para a história da tecnologia, o nome de Clive Sinclair fica ligado à criação da máquina calculadora de bolso e do computador ZX Spectrum, uma evolução dos modelos ZX80 e ZX 81, que revolucionaram o acesso aos computadores, sobretudo na Europa.

Lançado em 1982, o modelo Spectrum foi desenhado por Richard Altwasser e Rick Dickinson, tendo sido um dos equipamentos mais vendidos na altura do seu lançamento, com cerca de cinco milhões de unidades comercializadas.

O responsável pelo ZX Spectrum deixou de estudar aos 17 anos e trabalhou durante quatro anos como jornalista especialista, para angariar fundos para fundar a Sinclair Radionics.

No início dos anos de 1970, Sinclair inventou uma série de calculadoras projetadas para serem pequenas e leves o suficiente para caber no bolso, numa época em que maioria dos modelos existentes eram do tamanho de salas.

“Ele queria tornar as coisas pequenas e baratas para que as pessoas pudessem obtê-las”, disse Belinda Sinclair.

O seu primeiro computador doméstico, o modelo ZX80, batizado com o nome do ano em que apareceu, revolucionou o mercado informático, embora estivesse muito longe dos atuais.

Custava 79,95 libras (cerca de 94 euros) em peças e 99,95 libras (cerca 117,12 de euros) montado, cerca de um quinto dos preços de outros computadores domésticos na época.

Na altura, vendeu 50 mil unidades, enquanto o seu sucesso, o ZX81, que o substituiu, custou 69,95 libras (cerca de 82,02 euros) e vendeu 250 mil computadores.

O ZX80 e o ZX81 tornaram Clive Sinclair muito rico.

Em 2010, Sinclair disse ao The Guardian que “em dois ou três anos” teve “um lucro de 14 milhões de libras (16,41 milhões de euros) num só ano”.

Em 1982, foi lançado ZX Spectrum 48K. As teclas de borracha, os estranhos visuais e o som metálico não o impediram de ser fundamental no desenvolvimento da indústria de videojogos.

No final do ano passado, nasceu Museu Load ZX Spectrum, em Cantanhede, no distrito de Coimbra.

O espaço é uma espécie de exercício de nostalgia, mas também uma homenagem ao criador daqueles computadores que apareceram nos anos 1980 e à sua ligação "desconhecida" a Portugal.

[notícia atualizada às 22h47]

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+